5 comentários em “Anésia # 347

  1. Me lembrou o dia que fomos em 2 colegas adolescentes levar pra casa outro colega bêbado desmaiando, no meio da madrugada. A intenção original era largar ele na varanda e ir embora, mas achamos que a mãe dele não ia gostar. Batemos na porta, uma luz lá dentro acendeu, escutamos passos arrastados, um velhinho abriu a porta e falou, sem abrir os olhos: Alô?

    Dissemos que viemos trazer o fulano, bêbado. Ainda sem abrir os olhos ele falou: O fulano não tá, liga depois. E foi voltando pra dentro.

    Ai parece que ele acordou, resmungou alguma coisa, olhou pra gente com os olhos já abertos, e falou pra levar o neto pro quarto dele. Na hora não rimos por respeito, mas foi virar a esquina que quase rolamos pela sarjeta de tanto rir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *